Massa de Chandrasekhar

A equação da continuidade é:

[1]

Integrando para os limites representados,

[2]

Tendo em conta que

[3]

obtém-se

 [4]

onde,  é a densidade central.

            A partir da mudança de variável radial,

[5]

 

[6]

 

 [7]

A partir da equação de Lane-Emden,

[8]

Podemos resolver o integral, tendo em conta que

[9]

 

[10]

 

[11]

A constante  foi definida como,

[12]

Substituindo em (11), tem-se

[13]

Com  para uma situação relativista, tem-se

[14]

onde, .

            Substituindo as constantes físicas pelos seus valores, obtemos a massa limite de uma anã branca – o chamado limite de Chandrasekhar.



[15]